Psicóloga, que nos anos de 1980 participou de projetos no Centro Psiquiátrico Pedro II, no Museu de Imagens do Inconsciente e descobriu os efeitos da arteterapia nas atividades que participava com grupo de adolescentes com diagnostico de esquizofrenia. Fez a formação em arteterapia na clínica Pomar, fazendo parte da segunda turma dessa instituição.

Nos anos de 1990 começou a frequentar a Casa das Palmeiras e se tornou, inicialmente, responsável pelo ateliê de pintura e desenho e posteriormente dirigiu as atividades de expressão corporal e teatro.  Frequentava o grupo de estudos C.G.Jung coordenado pela Dra. Nise da Silveira em seu apartamento destinado para esse fim e também coordenou as atividades de estágio e monitorias da Casa das Palmeiras.

Acompanhou vários clientes em  seus momentos criativos e algumas dessas histórias estão escritas em seu livro, publicado em 2013, com o título: Cores, formas e expressão – emoção de lidar e arteterapia na clínica junguiana da editora WAK. Claudia ingressou na formação para analistas do Instituto Junguiano do Rio de Janeiro em 2009 e concluiu em 2012 se tornando membro analista da Associação Junguiana do Brasil filiada à IAAP ( internacional). Entre 2014 – 2016 fez parte da Diretoria do IJRJ como diretora financeira e em 2016 foi eleita Presidente até 2018.

Atualmente é diretora de comunicação da Associação Junguiana do Brasil. Em sua gestão criou a Revista AJB online, com notícias de todos os oito Institutos que formam a associação.

Como arteterapeuta coordena o curso de formação do Claudia Brasil Ateliê desde 1997. É palestrante e promove eventos com temas relacionados à teoria junguiana e técnicas expressivas. Como psicóloga, analista e arteterapeuta atende individualmente e em grupo.